Como Começar Negócio Parte Final Iterações e Melhorias

Como e Por Onde Começar um Negócio Online Parte Final – Iterações e Melhorias

Chegamos ao final de nossa série Como e Por Onde Começar um Negócio Online, espero que tenha curtido e colocado o passo a passo em prática, e qualquer dúvida, é só deixar nos comentários que eu terei o prazer em respondê-los.

Se ainda não viu as nossas quatro partes anteriores desta série, é só clicar em cada uma delas abaixo e se atualizar:

Nesta última parte desta série você aprenderá sobre como realizar iterações e melhorias no seu produto para ampliar lucratividade do seu negócio online enquanto mantém consistência.

Negócio Online lucrativo vai além da primeira versão, e aqui você aprenderá justamente isso: Como receber feedbacks e informações relevantes para melhorar a qualidade do seu produto.

Além disso, você também aprenderá que, quanto mais iterações você realizar, maior será o valor agregado do seu material e, consequentemente, maior o preço a ser cobrado.

Introdução a Iterações e Melhorias

No artigo de hoje você irá aprender o que são iterações e melhorias (do inglês upgrades) e o motivo pelo qual elas se fazem necessárias no desenvolvimento de um negócio online consistente e de longo prazo.

Você vai ver com detalhes como podemos fazer para melhorar o nosso produto inicial, fazer iterações para que ele não fique obsoleto no mercado.

Aprenderá dicas e estrategias aplicáveis para que você possa também fazer com que o seu produto não fique vendendo por 2 meses e depois pare.

Conhecerá as ferramentas e estrategias que são utilizadas para que nós possamos coletar dados reais, informações, feedbacks dos nossos clientes e assim possamos melhorar de versão ou lançar no valor mais alto uma versão 2.0 do nosso produto.

Conhecerá também um estudo de caso de grandes empresas que também fazem iterações dos seus produtos para que não fique obsoleto no mercado, isso vai ser extremamente importante para você e para o seu negócio online.

Ciclo de Vida do Produto

Vamos entender agora:

  • O que é o ciclo de vida de um produto através de exemplos práticos e reais;
  • Os dois maiores motivos pelos quais são feitas melhorias a produtos;
  • E conheça os maiores desafios de produtos que se tornam Best Sellers no mercado.

É importante saber que normalmente o produto ele tem um ciclo de vida. 99,99% dos produtos vão ter um ciclo de vida, ou seja, eles vão aparecer no mercado e futuramente eles podem se extinguir, serem extintos.

Então, é por isso que é importante entender o que é um ciclo de vida de um produto. E se nós formos observar são pouquíssimos Best Sellers que duram tanto tempo né?

Na nossa linha do tempo que passa de gerações a gerações, é muito difícil fazer um produto que não precisa ser atualizado e que fique vendendo por centenas de anos, veremos agora alguns exemplos do mundo real para que possamos entender melhor esse conceito e aplicarmos também nos nossos produtos.

ciclo de vida de um produto

Por exemplo, o Sistema Operacional Windows, ele já teve uma série de versões, começou com o Windows 1 em Novembro de 1985 com a tentativa inicial de entregar uma interface gráfica em 16 bits. Logo depois o Windows 2 em dezembro de 1987 com inovações como a possibilidade de sobrepor janelas umas às outras, a possibilidade de minimizar e maximizar as janelas, o painel de controle e as ferramentas Word e Excel.

Depois veio o Windows 3 em 1990, com suporte a 256 cores e o jogo Paciência. Também implementaram o Windows 3.1 com fonte TrueType e o jogo Campo Minado. Lançaram em 1995, o Windows 95, bem mais bonito e diferente com o famoso Menu Iniciar, barra de ferramentas e o conceito Plug and Play.

Lançaram também em 1998, o Windows 98, com as novidades do IE 4, Outlook Express, Address Book, Microsoft Chat, e uma série de avanços no mercado naquele tempo. Em 2000, tivemos o Windows Millennium Edition que trouxe o IE 5.5, o Media Player 7 e o Movie Maker, como vimos o produto Windows foi atualizado e agora algumas versões dele praticamente não existe mais. Depois vieram o Windowx XP (foi a que mais durou no mercado, de outubro em 2001 até abril 2014), o Windows Vista em 2006, o Windows 7 em 2009, o Windows 8 em 2012, Windowx 8.1 e assim por diante (Fonte: TecMundo).

Um outro exemplo é o Sistema Operacional do MAC, começou com o “Cheetah” em 24/03/2001, depois veio o “Puma” em 25/09/2001, depois o “Jaguar” em 23/08/2002, depois do jaguar eles passaram para o “Panther” em 24/10/2003, e depois eles melhoraram fizeram mais uma iteração, fizeram o “Tiger” em 29/04/2005, o “Leopard” em 26/10/2007, depois o “Snow Leopard” em em agosto de 2009, e assim por diante (Fonte: Wikipedia).

Aqui nós podemos ver que grandes empresas fazem esse tipo de iteração sobre o produto, e tem 2 motivos que vamos ver o porque tem esses motivos e que também é bom entendermos que nos nossos próprios produtos digitais ao longo do tempo é possível que também façamos iterações desses produtos e melhoremos eles, então devemos sempre que possível fazer uma melhoria e iterar uma próxima versão.

Esses são 2 exemplos clássicos de Sistema Operacional, mas também acontece no mundo físico, por exemplo, o iPhone começou com a revolução do Smartphone, começou com a versão 3G (2008-2010), depois melhoraram uma série de recursos, iteraram para o 3GS (2009-2012) e assim por diante, (Fonte: Wiki).

Essas grandes corporações utilizam esse tipo de melhoria e iteração do produto e pequenas empresas também precisam fazer isso, ao longo do tempo para que? Para que consigam sempre evoluir no mercado, não é a toa que uma série de empresas pequenas abrem e fecham, então temos que ter essa visão de longo prazo para saber em que direção está indo o nosso produto, serviço ou negócio online.

Descubra daqui a pouquinho, os desafios e soluções para que as versões do nossos produtos durem por muito mais tempo do que o normal, é muito importante para você que já abriu seu produto para o mercado, já pegou os primeiros clientes e agora está pensando em melhorar aquele produto para fazer uma nova abertura de turma ou até mesmo para dá um incentivo a mais para os membros ou novos clientes que compraram seu produto.

Agora que você já viu que um produto pode ter um tempo vida, vamos ver então os 2 principais motivos disso:

O primeiro deles é que é possível que aumente a competição no mercado e assim o mercado evolua, o mercado começando a evoluir, também precisaremos evoluir os nossos produtos. E esse é um dos principais motivos pelos quais você tem que começar a pensar no longo prazo.

Porque o mercado vai evoluir e são raríssimos os casos que um Best Sellers fica por centenas de anos vendendo como por exemplo, Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, que é um livro que tem mais de 100 anos e ainda continua vendendo, então é importantíssimo nós entendermos que ao longo do tempo vai ter essa evolução do mercado, então eu recomendo fortemente que você preste bastante atenção a esse artigo para que você possa aplicar essas estrategias para seu produto e que você venda bastante ao longo dos 5, 10, 15 anos…

E o segundo motivo é para fazer com que os clientes atualizem para a nova versão, e nesse caso temos dois modelos: O modelo da versão gratuita e o modelo da versão paga.

Algumas vezes podemos optar pelo modelo gratuito, em que oferecemos essa atualização gratuitamente ou pelo modelo pago, no qual as pessoas precisam pagar para ter a próxima versão.

No exemplo das empresas acima, o iphone essas atualizações são pagas. Em alguns Sistemas Operacionais também tiveram versões pagas e no MAC se não me engano, essa atualização é gratuita.

Algumas vezes utilizamos essa migração do modelo pago, as quais clientes existentes do seu produto eles podem pagar um valor reduzido para fazer esse upgrade dessa atualização do material, por exemplo, digamos que você vendeu seu produto inicial lá por R$100,00.

E o produto 2.0 você vai vender digamos por R$500,00 porque tem uma série de atualizações muito legais, então você pode dizer que os clientes existentes podem atualizar comprando o pacote para atualizar o seu treinamento digital, por exemplo R$250,00, você pode dar esse incentivo ao seu cliente existente para ele possa migrar e isso também vai aumentar o seu fluxo de caixa.

E agora qual é que é o desafio?

Desafio: é criar o seu produto digital para que ele seja atemporal, ou seja, se você for criar um produto de treinamento ou um ebook, que as informações contidas seja atemporais, por exemplo, que o seu cliente for acessar aquele seu livro digital daqui a 5 anos ele também vai conseguir obter sucesso.

Assim como é o caso do Clube Privado Libertação Digital do Marcus Lucas, onde os módulos de treinamento são não-engessados e atemporais, com estratégias sólidas para desenvolvimento e crescimento de negócios.

E esse é um dos maiores desafios para você. É tentar encontrar estrategias, metodologias, paralelos que sejam atemporais e que não sejam baseadas em tendências ou que não sejam baseadas num certo momento apenas e dessa forma você pode criar por exemplo, um produto que vai durar 3 ou 5 anos.

E isso é importantíssimo porque existem alguns produtos no mercado que focam estrategias temporais, ou seja, um treinamento especifico sobre estrategias em uma rede social, como estrategias especificas em Facebook, o que acontece, por exemplo, quando o Facebook alterar as politicas de uso ou alterar a funcionalidade de certos anúncios e não funcionar mais ou se algum recurso não estiver disponível.

Ou seja, esse treinamento vai ser temporal e nesse caso ele vai requerer muito mais atualização, então é bom nós pensarmos em um produto podemos criar ele e que ele possa vender por 5 anos, obviamente durante esses 5 anos nós teremos umas etapas de iterações e melhorias de uma forma estratégica para que não consuma tanto tempo nosso.

E que possamos compilar isso de uma forma mais rápida e para que possamos identificar as melhorias de uma forma mais rápida e consiga fazer isso em um tempo reduzido, é uma forma de estrategia inteligente.

processo de iteracao para versao de negocio

Processo de Iteração Para Versão X. Y. em um Negócio Online

Agora vamos entender melhor como realizar o processo simplificado de melhoria de um produto, iterando-o para a sua próxima versão. Deixando assim o processo mais claro, de forma que você possa facilmente compreender e implementar.

No tópico anterior você aprendeu a importância de fazer iterações e melhorias no nosso produto, vimos o estudo de caso como os Sistemas Operacionais e até mesmo o estudo de caso do iPhone.

Vimos também os 2 motivos principais que as pessoas fazem essas iterações e melhorias. Uma delas, é para que não fique obsoleto no mercado e continue evoluído e outro é para fazer o upgrade dos clientes existentes para a versão nova e assim também poder injetar um fluxo de caixa na sua empresa.

e por final também vimos os 2 modelos que podemos fazer isso: o gratuito e o pago e o desafio! Que é criar o produto que seja atemporal para que ele possa vender durante anos.

Agora que você já validou o seu negócio online, e abriu para o público, caso ainda não tenha feito é bom voltar nos artigos anteriores e seguir o passo a passo da série.

Depois que você abrir ao publico, você irá começar a ter os seus primeiros clientes e agora você vai ter esse momento em que você pode ter uma conversa com esses clientes, então por exemplo, quando nós lançamos para o mercado nós chamamos de versão 1.0.

Você abriu para uma turma piloto através de uma preço promocional e depois você digamos que você começou a identificar melhorias. E nós podemos identificar melhorias internas (esse que vai ser o nosso foco inicial), ou seja, o que os clientes gostariam de ter a mais para ajudar na sua transformação de uma forma mais rápida e segura.

E nós podemos também identificar melhorias externas, ou seja, o que os competidores estão oferecendo que nós podemos nos inspirar para oferecer uma coisa ainda melhor? Com recursos ainda melhores e assim agregar ainda mais valor no nosso produto?

Aqui nós iremos focar nessa interna, que são melhorias e sugestões oferecidas pelos nossos clientes atuais, então iremos ver como podemos fazer isso, quais as ferramentas que nós vamos utilizar e como exatamente nós vamos fazer isso para identificarmos essas possíveis melhorias e depois podermos então fazer uma iteração para o produto 2.0.

Depois nós podemos identificar melhoria de novo e iterar para o produto 3.0 e podemos fazer isso até chegar numa versão que seja atemporal e daí podemos deixar ela por muito mais tempo aberta ao público.

Então é mais do que recomendado que fiquemos sempre atentos ao que os nossos clientes querem, qual tipo de recursos podemos oferecer a mais, qual o tipo de conteúdo que eles querem para ajudar a alavancar a transformação de uma forma mais rápida e segura.

E agora você deve estar pensando: “- esse processo de iteração e melhoria deve demandar muito tempo.”. E para falar a verdade não demanda muito não. Nós iremos utilizar uma forma de automação de negócio online bem simples ou podemos também utilizar avaliações em grupo, que assim não precisaremos contatar os nossos clientes uma a um.

Nós podemos fazer isso ao vivo ou não, ou através de automação pedindo para cada membro que faça uma ação onde pegaremos esses dados, identificaremos as melhorias e plotaremos as melhorias para iterarmos para a nova versão.

Esse é um sistema básico e simples de ser utilizado, e fazendo isso deixaremos a marca ainda mais sólida.

Ferramentas Para Iterações e Melhorias de um Negócio Online

Agora iremos apresentar as principais ferramentas utilizadas para fazer iterações e melhorias nos nossos produtos.

Você vai aprender sobre as ferramentas que utilizamos para identificar possíveis melhorias nos nossos produtos, agora que nós já lançamos ao mercado nosso produto e chamamos ela de versão 1.0 do produto A. Estamos agora na etapa de identificar melhorias para o nosso produto e oferecer uma nova atualização para o mercado.

Aqui nós vamos utilizar algumas ferramentas para que nós consigamos extrair esses dados dos nossos clientes existentes e a principal ferramenta que eu recomendo que você utilize é a ferramenta uservoice.com, E o que é que ela faz?

Assim que nós tivermos clientes nós vamos chegar no momento que nós vamos perguntar para eles: “- O Que Mais Você Quer Aprender?”; “- O Que Não Ficou Claro?”; “- Que Pode Ser Aprofundado?”; “- Quais Os Recursos ou Funcionalidades Que Estão Faltando?”

Tendo essas perguntas, nós vamos lá no User Voice e pediremos Feedbaks para os nossos clientes, vamos enviar um list do User Voice.

E no User Voice, o que acontece? É que os seus clientes, eles podem sugerir melhorias para você, então por exemplo, se você está no nicho de fitness, digamos assim, eles podem ir lá, um cliente pode sugerir que ele quer, por exemplo, aprender sobre “Como Preparar Comidas Gostosas e Saudáveis”, então ele vai lá e ele coloca a sugestão e essa sugestão ela fica publica, e ela já fica com 1 voto que é o voto dela mesma.

O que acontece é que outros membros podem acessar essa interface do User Voice e eles podem ver as sugestões e votar nas sugestões, então digamos que mais 2 pessoas gostaram dessa sugestão, eles vão lá e votaram, agora nós temos 3 votos, então é isso que você vai ter, uma série de sugestões de vários membros e você vai poder ver os mais votados. E porque isso é importante?

Ferramentas para iteração e melhorias de negocios digitais

Porque agora já sabemos o que a massa do nossos clientes estão querendo, quais são os recursos principais que eles precisam, e isso vai nos ajudar a guiar a nossa iteração para a versão do 2.0. Agora podemos pegar as mais votadas, pode ser as 5 sugestões mais votadas e encontrar uma solução e incorporar na nossa versão 2.0.

Uma parte importantíssima nesse processo é: em alguns casos, um dos dos seus clientes vai lá e faz uma sugestão e ela só tem 1 voto, é possível que caso você não implemente aquela sugestão, que esse seu cliente fique chateado. Mas aí é que entra o nosso empreendedorismo, é encontrar o que a grande parte das pessoas querem para poder servir a grande parte, então é assim que devemos fazer, nós precisamos encontrar os mais votados.

A não ser que seja uma sugestão crucial, ou seja, que realmente devamos fazer para o negócio online, senão ele pode quebrar por completo, mas geralmente é utilizar os mais votados.

Agora você já vai ter clientes votando nas maiores sugestões para você melhorar o seu produto. Vamos imaginar um novo cenário, por exemplo, pode ter um tópico muito votado, digamos que tem 51 votos e você está no nicho de fitness, e o seu produto é sobre emagrecimento.

Digamos que nosso produto A, agora é sobre emagrecimento, ou seja, para perder gordura corporal, gordura localizada, e digamos nós tivemos 51 dos votos de pessoas que querem ganhar massa muscular e uma outra sugestão com 38 votos de pessoas que querem definir o abdomen.

Então o interessante é que nosso produto A nesse caso, é sobre emagrecimento e as sugestões foi sobre um tópico correlacionado. O que podemos fazer nesse caso?

Ou você pode pegar essas informações e inserir no seu produto A, ou você pode identificar agora (o de 51 votos) e pode ser um possível produto B, então você vai lá e pode criar um produto B para ganhar massa muscular. E (o de 38 votos) pode virar o produto C.

Agora você pode trazer clientes do produto A para o produto B, você pode oferecer uma versão básica de graça do produto B, para que as pessoas possam ter gostinho do que é aquele produto e depois dentro do produto A, podemos fazer um kit de vendas para o produto B.

Agora que nós já entendemos que o User Voice é uma ferramenta muito poderosa para fazermos isso tudo. Como mais nós podemos pegar Feedbacks dos nosso clientes?

Nós podemos utilizar, por exemplo, questionários, normalmente nós utilizamos a plataforma typeform.com, Google forms, surveymonkey, entre uma série de outras, no questionário normalmente você vai querer fazer algo parecido, você vai querer perguntar: “- O que não ficou claro?”; “- O que mais você sugere dentro do conteúdo?”; “- Quais outros recursos e funcionalidade que estão faltando?”

E você pode adicionar também a pergunta PORQUÊ? “- Porquê você gostaria dessa funcionalidade?”; “- Porquê você gostaria mais de aprender sobre esse tópico?” Isso vai dar margem para que nós possamos entender melhor o nosso cliente e também dar margem para encontrarmos possibilidades no mercado.

Entendendo porque eles realmente querem isso, pode dar margem para criarmos aquela solução e incorporar esses elementos dentro da nossa futura carta de vendas, então questionário são uma forma muito poderosa de utilizar.

Depois podemos, por exemplo, enviar um email para nossa lista de email e mandar um broadcast, com o link do User Voice ou um dos questionários que você for fazer para pegar essas informações e depois iremos analisar esses dados e ver quais que são as melhoria a serem incorporadas no nosso produto A e se existe alguma possibilidade de uma criação de um produto B.

Também é possível utilizar iterações diretas com clientes em grupo, outra ferramenta então, são os Google Hangouts ou conferências ao vivo, e assim você pode interagir mais com os seus clientes e você também pode pedir ao vivo para que eles respondam o questionário ou para que eles ofereçam Feedbacks e sugestões através de sua conta no User Voice.

Isso sim é uma boa estratégia, se nós enviarmos só o email eles podem procrastinar e não tomar aquela ação, não oferecer esses dados e ao vivo a possibilidade da conversão das pessoas fazerem esse tipo de ação é muito mais alta.

Processo Inteligente Para Iterações e Melhorias em um Negócio Online

Você aprenderá agora um processo inteligente e simples para auxiliar você na condução de iterações e melhorias do seus produtos. Você não apenas entenderá quando exatamente pedir Feedbacks e sugestões dos seus clientes, mas também de quanto em quanto tempo analisar os dados e iterar para a mais nova versão do seu produto digital.

Então nós temos aquela área do User Voice e um questionário no qual os nossos clientes podem dar Feedbacks de recursos específicos que eles querem, as funcionalidades ou melhoria no nosso material, agora tem 2 pontos importantes nesse processo que precisamos identificar:

O primeiro deles é quando que nós vamos fazer o pedido formal para que o cliente ofereça a sugestão ou feedback. E Porquê que isso é importante? Porquê se nós pedimos muito cedo o Feedback do usuário é possível que ele não tenha utilizado todos os recursos ou consumido o material ainda.

Então o momento ideal para pedirmos um Feedback do nosso material, é assim que ele pelo menos acessar mais de 80% do nosso curso, ou seja, ele entender realmente o que já foi oferecido para depois fazer um Feedback que ainda não está inserida no seu produto digital.

Então mapeie o seu treinamento, vai ser de quantas semanas?, quantos meses?, e mapeie quando que vai ser o momento que você irá fazer o pedido formal.

A depender desse tempo, você pode colocar no autoresponder, ou fazer um processo automatizado em que você irá pedir para ele um pedido formal para que ele avalie, faça um feedback e ofereça uma sugestão do seu produto.

Então o primeiro passo é mapear quando é que vamos fazer esse pedido formal, ou seja, iremos pedir para o usuário, normalmente através de um auto responder na nossa sequencia de email. Ou podemos utilizar alguma outra estrategia em que pegamos todos os usuários que já passaram desse tempo, e mandar um broadcast, uma Email de massa, para todos eles que já passaram desse tempo para fazer o pedido ou até mesmo convidar eles para um webinário ou para hangout e fazer o seu pedido durante o hangout.

processo inteligente para iterações e melhorias para negocios

O segundo passo, é de quanto em quanto tempo é que nós vamos analisar esses dados do questionário ou das votações do User Voice. Não existe uma regra geral, mas podemos fazer assim, por exemplo, na versão do nosso produto A1.0 podemos, como é um produto novo no mercado normalmente fazemos um período de tempo menor, então na versão 1.0 podemos ir lá a cada 3 meses e coletar as informações.

Depois que nós iterarmos e melhorarmos o produto A, fizemos a versão 2.0, ou seja, está melhor e nós temos mais depoimentos e então um produto mais consistente e solido.

Podemos esperar 6 meses e depois pegamos e melhoramos ainda mais o nosso produto que já sabemos que está ainda mais consolidado, ele já tem as informações ou recursos realmente transformacionais, então podemos deixar de 8 meses a 1 ano.

Ou seja, depois que nosso produto estiver bom, solido no mercado, consolidado, nós podemos a cada 1 ano, ir lá e tirar 1 semana do nosso tempo, analisar aqueles dados do questionário do User Voice, ver os pedidos mais votados, analisa-los e ver se daqueles pedidos, quais pedidos mais feitos são para uma versão 4.0.

Nesse caso nós estamos fazendo a iteração e quais as sugestões e Feedbacks vão originar um novo produto. Então assim você não vai perder muito tempo, você pode ficar 1 semana só fazendo essa avaliação ou até menos dependendo da agilidade que você tem com a analise desses dados.

É bom que a longo do tempo depois você vai passar só 1 semana durante todo o ano só fazendo isso. Assim nós estamos economizando tempo, esforço e energia através desse processo, que automatizamos o nosso pedido formal para que os nossos clientes deem uma sugestão e depois pegamos o nosso melhor mês do ano e tirarmos uma semana ou menos só para analisar aqueles dados e já plotar as melhorias e ver qual vai ser a próxima iteração do produto ou se vai dar margem para melhorar ou criar um novo produto.

Espero que esta série tenha agregado bastante valor para você e que realmente você tenha conseguido implementar cada coisa que foi dita durante essa jornada.

Se estiver com alguma dúvida sobre algum ponto, é só deixar seu comentário aqui embaixo para debatermos a questão. E caso tenha conseguido implementar seu negócio online, deixe também o link para conhecermos o seu produto 😉

Quando você conseguir colocar esses 5 passos em prática, vai estar muito mais preparado para o próximo nível. Veja abaixo o que você pode aprender no Clube Privado do Libertação Digital® (um clube privado de empreendedorismo digital mais renomado no Brasil. O treinamento foi projetado para agilizar o processo de desenvolvimento e crescimeno de negócios (ativos) 100% digitais e automatizados – com foco em produtos de informação e ferramentas):

Dentre os módulos estão:

  • Geração de ideias para negócio online;
  • Nichos de mercado rentáveis;
  • Automatização de processos e SAC;
  • Ofertas e Gatilhos Mentais;
  • Upsells e Segmentação;
  • E muito mais.

E com os bônus especiais, fica ainda muito melhor:

  • Fórum privado para discussões e trocas de experiências;
  • Palestras completas para congressos e negócio online;
  • Entrevistas PREMIUM nacionais e internacionais;
  • Hangouts (conferências) mensais de apoio;
  • Marketplace de habilidades entre membros;
  • Entre outros.

Quando você estiver pronto é só Acessar Aqui!

Um Grande Abraço e Muito Sucesso!

João Barreto

“Um Pouco Mais De Conhecimento Pode Iluminar Seu Caminho!” – Mestre Yoda

Author: João Barreto

João Barreto é o fundador e editor do blog Autônomo na WEB! Conheceu o Marketing Digital em 2013, o que lhe proporcionou um ganho de renda extra. Após ser demitido do seu emprego em 2014, resolveu ser autônomo e fazer dinheiro através dos seus projetos na internet. É de Salvador/BA. Bacharel em Sistemas de Informação pela Faculdade Ruy Barbosa. Viciado em Games desde pequeno, gosta também de Natação, Karatê, Corrida e de viajar e conhecer esse mundo que não parece, mas é pequeno! ;)

Share This Post On

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: